AÇORESMADEIRAALENTEJOALGARVEBEIRA INTERIORBEIRA LITORALMINHORIBATEJOESTREMADURATRÁS OS MONTES

  Googl 

Busca Mundial Busca  Portugalweb.net

INDEX

APENDICE:

ALDEIAS

FOTOS

MAPAS

TEMPLÁRIOS

MONUMENTOS NACIONAIS

GLOSSÁRIO

FORTES E FORTALEZAS:

S. João Baptista

S.Neutel

Forte de Crismina

S.Francisco

Forte de Santa Catarina

Fortaleza Ponta da Bandeira

Torre da Medronheira

Fortaleza de Nossa Senhora da Luz

Portugal no mundo:

FORTES E FORTALEZAS

Fortalezas de Portugal

CASTELOS DO MUNDO

BRASIL

 Discover the castles of the Algarve
THE LIBRARY OF IBERIAN

RESOURCES ONLINE

A SOCIETY ORGANIZED FOR WAR
 

  MY CASTLE  WEB RING


pordata

BRASIL500

Casa para férias na Guarda

 

 
Fortaleza de S. João Baptista

A mais notável construção militar da ilha Terceira é o forte de S. Filipe / S. João Baptista construído segundo o traçado do arquitecto militar português João de Vilhena, no final do século XVI e primeira metade do século XVII, por iniciativa do ocupante espanhol.
Dominando as duas baías (Fanal e Angra) isola-se tanto do Monte Brasil corno da cidade. Assim pôde resistir, defendido pela guarnição espanhola e durante meses a fio à restauração política do domínio português, entre 1640/42, contra a própria cidade.
A construção deste castelo iniciou-se em finais de 1592, achando-se ele, já em 1597, em forma de praça cerrada. Tem duas entradas: a porta principal e o portão dos carros. É de destacar o seu portal principal, concluído já por D. João IV. A porta principal é servida por uma ponte de pedra de dez arcos, que parte por cima do fosso. O portão dos carros, que não tem quaisquer ornatos, era especialmente destinado ao serviço de viaturas e gado, só se abrindo, para lhes dar passagem.
 


Vista aérea do Castelo de S. João Baptista

De dentro das Muralhas


 

Castelo de S. Sebastião

O Castelinho começou a edificar-se em 1555, denominando-se Castelo de S. Sebastião.
O Padre Jerónimo Emiliano de Andrade descreve-o assim: “fica situado a Este da baía de Angra, a sua artilharia cruza com a ponta de Santo António e fecha a entrada a quaisquer navios inimigos. Esta fortaleza (...) seria contada entre as maiores e melhores dos Açores, se não estivesse como que eclipsada pela grandeza colossal do castelo de S. João Baptista, que lhe fica em frente”.
Neste castelo, além do corpo da guarda, há uma bela casa de moradia dos governadores, um armazém de munições de guerra e uma grande cisterna que comporta mais de quinhentas pipas de água.
Do alto da sua praça corre por baixo do chão um caminho subterrâneo por meio de abóbada, por onde se desce a uma plataforma ou bateria colocada sobre um penhasco, onde bate o mar.
A fortaleza é fechada por altas muralhas e a praça plana é guarnecida por catorze canhoneiras. Merece ser visitado o cubelo ou torreão.
É curioso, ainda, descer à casamata.
 
 
 

Castelo de São Luís ou dos Moinhos

Em finais do século XV foi construído neste local um castelo com o nome de S. Luís, o primeiro da ilha Terceira, destinado a defender os habitantes dos pira-tas argelinos que costumavam navegar nos mares dos Açores. Era também conhecido como Castelo dos Moinhos, dada a quantidade de moendas situadas nas suas proximidades.
   Mais tarde em 1641, serviu para auxiliar no cerco feito ao castelo de São João Baptista que naquele tempo estava ocupado pelos espanhóis.
   Depois foi abandonado, uma vez que não podia defender eficazmente o porto.
   O lançamento da 1a pedra do monumento a D. Pedro IV, a primeira a ser pisada por ele, aquando do seu desembarque em Angra do Heroísmo ocorreu a 3 de Março de 1845.
   A construção, concluída em Julho de 1856 tem forma de urna pirâmide quadrangular, apresentando nas suas faces datas alusivas à vida de D. Pedro.

 

 

 

Casa para férias na Guarda

 

Casa para férias na Guarda

 
     CASTELOS NO MUNDO
  

Setubal   Guarda   Almada    Castelos  Seia  Seixal    Sesimbra  Palmela  Arqueologia   Historia        Portugal no mundo

intercâmbio  ttt   Contactos    Publicidade

Copyright © swspt.

 

 


Buy Direct Text Link Ads at Direct-Link-Ads