AÇORESMADEIRAALENTEJOALGARVEBEIRA INTERIORBEIRA LITORALMINHORIBATEJOESTREMADURATRÁS OS MONTES

  Googl 

Busca Mundial Busca  Portugalweb.net

INDEX

APENDICE:

ALDEIAS

FOTOS

MAPAS

TEMPLÁRIOS

MONUMENTOS NACIONAIS

GLOSSÁRIO

FORTES E FORTALEZAS:

S. João Baptista

S.Neutel

Forte de Crismina

S.Francisco

Forte de Santa Catarina

Fortaleza Ponta da Bandeira

Torre da Medronheira

Fortaleza de Nossa Senhora da Luz

Portugal no mundo:

FORTES E FORTALEZAS

Fortalezas de Portugal

CASTELOS DO MUNDO

BRASIL

 Discover the castles of the Algarve
THE LIBRARY OF IBERIAN

RESOURCES ONLINE

A SOCIETY ORGANIZED FOR WAR
 

  MY CASTLE  WEB RING


pordata

BRASIL500

Casa para férias na Guarda

 

 
Idanha-a-Nova
A vila de Idanha-a-Nova nasceu com a fundação do castelo, no último quartel do século XII, pelo célebre mestre da Ordem dos Templários, em Portugal, D. Gualdim Pais, que da região tomou o senhorio como fronteiro daquele lado dos vacilantes limites da nascente nacionalidade. As fortificações de Idanha-a-Nova constavam de cerca de muralha com várias torres e portas, envolvendo toda a povoação e da cidadela, com uma alterosa torre de menagem. A cerca amuralhada é de construção mais moderna e tanto esta como a cidadela de Gualdino Pais, sofreram várias reconstruções, mostrando-se hoje tudo bastante arruinado mas susceptivel de obras de conservação e restauração. Sendo assim, dadas a antiguidade, tanto da cidadela como da muralha de circuito e os factos que ligam a povoação à história do país, a sua conservação impõe-se.

 

 Idanha-a-nova situa-se num cabeço, aos pés do qual corre o Rio Ponsul. Na vila de Idanha-a-Nova são observáveis as ruínas do castelo, construído em 1187 por D. Gualdim Pais de Maratecos, Mestre da Ordem dos Templários.

D. Sancho I eleva a povoação a vila em 1201 e doa-a à Ordem dos Templários. Em 1229 D. Afonso II confirmou-lhe a doação e o foral. Este monarca baptizou a povoação com o topónimo actual, no intuito de a distinguir da velha cidade da Egitânia, a Civitas Igaeditanorum romana, intitulada Eydaiá (Idanha) pelos árabes, situada a 18 quilómetros da actual.

D. Manuel I, em 1496, admirou-se com a diferença do desenvolvimento das duas Idanhas, e em Junho de 1510, reconhecendo o progresso de Idanha-a-Nova, renovou-the o foral. De facto, Idanha-a-Nova desenvolveu-se bastante desde o século XIII por oposição a Idanha-a-Velha que, por esta altura, já tinha entrado em decadência. Aliás, o foral de D. Sancho I oferecia inúmeras regalias a quem quisesse habitar em Idanha-a-Velha que, contudo, só no século XVI sofreu um leve repovoamento.

 

 

 

Casa para férias na Guarda

 

Casa para férias na Guarda

 
     CASTELOS NO MUNDO
  

Setubal   Guarda   Almada    Castelos  Seia  Seixal    Sesimbra  Palmela  Arqueologia   Historia        Portugal no mundo

intercâmbio  ttt   Contactos    Publicidade

Copyright © swspt.

 

 


Buy Direct Text Link Ads at Direct-Link-Ads