Googl 

Busca Mundial Busca  Portugalweb.net

INDEX

REGIÕES:

AÇORES

MADEIRA

ALENTEJO

ALGARVE

BEIRA INTERIOR

BEIRA LITORAL

MINHO

RIBATEJO

ESTREMADURA

TRÁS OS MONTES

APENDICE:

ALDEIAS

FOTOS

MAPAS

TEMPLÁRIOS

MONUMENTOS NACIONAIS

GLOSSÁRIO

FORTES E FORTALEZAS:

S. João Baptista

S.Neutel

S.Francisco

Forte de Santa Catarina

Fortaleza Ponta da Bandeira

Torre da Medronheira

 
Vende-se: Gruta Pré-histórica, Um Milhão de Euros
Por MARCO CARVALHO
Segunda-feira, 09 de Fevereiro de 2004

Há quem venda a casa de campo ou o apartamento, há quem venda a vivenda ou o bungalow e há mesmo quem venda a gruta pré-histórica. O exemplo vem de França, onde Ernest Paluzzano, um agricultor francês de 76 anos decidiu colocar à venda, por um milhão de euros, um santuário pré-histórico ornamentado com meia dúzia de gravuras rupestres.

Paluzzano, que é desde 1952 o proprietário da gruta pré-histórica de Saint-Cirq-du-Bugue, localidade da região francesa da Dordonha, afirma sentir um aperto no coração desde que, há meia dúzia de dias, se decidiu a abrir mão da "gruta do feiticeiro", assim chamada porque entre os vestígios ali descobertos se encontra uma figura de aspecto antropomórfico designada como "o feiticeiro de Saint Cirq".

Para além da gravura do humanóide, estão ainda representados nas paredes da gruta cavalos, bisontes e outras figuras datadas do fim do Magdaleniano, há cerca de 17 mil anos.

Paluzzano, que colocou o santuário pré-histórico à venda por reconhecer que a idade já pesa, foi também durante as últimas cinco décadas o guia dos milhares de turistas que, sobretudo no Verão, visitam a gruta de Saint Cirq: "Num ano recebi aqui mais de 15 mil visitantes", afirmou o antigo agricultor à AFP.

Depois da visita, que por quatro euros dura uma vintena de minutos, o agricultor - agora reformado - conduz os interessados a um pequeno museu onde, para além de estarem expostas reproduções das gravuras, existem dezenas de silex e de fósseis encontrados na gruta, assim como uma inesperada colecção de moedas e notas vindas um pouco de todo o mundo.

O milhão de dólares que Palluzano pede pela "gruta do feiticeiro" - uma soma qualificada por alguns arqueólogos como exorbitante e sem fundamento - inclui a gruta, o museu e uma vivenda: "Não é um preço exagerado porque locais como este não se encontras em lado nenhum", defende o agricultor. Ainda assim, o principal argumento de venda é um só: a figuração humana é rara no contexto da arte parietal característica do período magdaleniano.

Paluzzano diz já ter recebido numerosas propostas de potenciais compradores, mas reconhece que a única com alguma seriedade foi a realizada por um cidadão britânico proprietário de uma residência na região.

A Dordonha, região do sul de França localizada entre Bordéus e Toulouse, é das mais ricas regiões da Europa em manifestações de arte rupestre: para além de Sain-Cirq-du-Bugue e da mundialmente famosa gruta de Lascaux, é possível ainda visitar na região o sítio arqueológico de Les Eyzies, considerado por muitos como a capital pré-histórica da França.

 
 
     CASTELOS NO MUNDO
  

Setubal   Guarda   Almada    Castelos  Seia  Seixal    Sesimbra  Palmela  Arqueologia   Historia        Portugal no mundo

intercâmbio  ttt   Contactos    Publicidade

Copyright © swspt.

 

 


Buy Direct Text Link Ads at Direct-Link-Ads