Voltar à pagina inicial
ааааааа Busca Mundial Busca Portugalweb.net
ааааааа Busca Mundial Busca Portugalweb.net
Uniformes
Uniformes
ллллллллллллл













 
Campanhas Ultramarinas 1961 - 1974

CAMPANHAS ULTRAMARINAS
1961 - 1974

Patrulha no Lugenda (Moçambique)
Março 1969

A "diáspora" Ultramarina Portuguesa poder-se-á dizer que começou no ano de 1415, com a conquista de Ceuta, e findou no dia 20 de Dezembro de 1999 com o arrear da bandeira Nacional e o hastear da bandeira da República Popular da China em Macau, marcando assim o fim da presença portuguesa de quase cinco séculos e meio "nas quatro partidas do Mundo"…

As nossas últimas Campanhas em África, iniciaram-se em Angola no dia 15 de Março de 1961, devido aos massacres efectuados, a norte desse território, na zona dos Dembos e na fronteira com o Congo.

Em Janeiro de 1963, começaram as hostilidades na Guiné-Bissau, com o ataque à guarnição de Tite e com o início das primeiras emboscadas na região de Bedanda.

Já na África Oriental Portuguesa, Moçambique, a guerra teve o seu princípio no dia 25 de Setembro de 1964, data do ataque ao Posto Administrativo do Chai, no Distrito de Cabo Delgado.

Picada no Norte de Moçambique 1969

O esforço que Portugal, país pequeno, teve que enfrentar foi gigantesco, na medida em que num prazo de quatro anos, se viu a braços com uma guerra, que tinha três frentes, em locais muito distantes entre e si e distantíssimos da Metrópole. A própria guerra, sem rosto, atacava, no mesmo território, em locais extremamente distantes uns dos outros, quer dizer, a Norte, a Sul, a Leste, etc.

Se analisarmos, friamente e sem susceptibilidades, o esforço de guerra foi fantástico para um País que só pôde contar com ele e com a hostilidade (frontal ou encapotada) de praticamente todos os países do Mundo e dos nossos aliados que tinham imensos pruridos em nos apoiar numa guerra contra a independência das nossas colónias, a que nós, teimosamente insistíamos em não reconhecer tal direito, por consequência não tínhamos intenção de dar a autodeterminação a esses povos, que estava tão em voga, na década de sessenta, nos países europeus ex-colonizadores ou não.

O autor

 

Página seguinte>>>


 

Viriatus é uma marca registada da Arte Vila - 2001 todos os direitos reservados